Renê Marques é o novo gestor de futebol do Almirante Barroso

A partir de segunda-feira (24), Renê Marques assume oficialmente uma função operacional dentro da Diretoria de Futebol do Almirante Barroso. Desde o fim do Campeonato Catarinense, Renê dividia o tempo entre os gramados e atividades executivas e estruturais do clube, mas decidiu atender um pedido do presidente de futebol, Hudson Moura, e vai comandar um processo organizacional no Barroso. O ex-técnico será o responsável pelas atividades estruturais, técnicas e de futebol do clube.

Dentro das ações relacionadas ao futebol profissional, Renê vai comandar as contratações, negociações de jogadores para outros clubes. Será a pessoa responsável pelo suporte para comissão técnica de futebol e jogadores.

Já na parte operacional, Renê chega para organizar as demandas de eventos e negócios do Barroso. “Desde o fim da Série B eu já vinha dividindo o meu tempo entre estas duas atividades, técnico e diretor. Em alguns momentos acompanhava o treinamento, em outros atuava, acompanhei os dois primeiros jogos, mas foi preciso priorizar, pois não tem como tocar tudo.

Então optei neste momento em fazer esta parte de gestão para que o clube tenha a sua liberdade financeira para investir e desta forma preparar a equipe dos sonhos para o catarinense do ano que vem”, destacou Renê Marques.

Quem assume o lugar deixado por Renê Marques é Francisco Eleazar Lima Ramos, o Chiquinho Lima. Chiquinho tem passagem pelo futebol catarinense e carioca. Aqui em Santa Catarina ele treinou o Inter de Lages no ano passado.

O novo técnico chegou no clube nesta sexta-feira (21) e foi apresentado aos atletas e na sequência participou do treino. O novo treinador segue com o grupo para o sul do estado, mas não vai comandar o time no jogo contra o Tubarão.

Chiquinho vai aproveitar a partida para avaliar o desempenho dos atletas em campo.  A equipe será comandada pelo técnico Nenê Vannucci.

Foto: Renê Marques

Comente com Facebook