Projeto “Elas Reformam” capacita mulheres para atuar na Construção Civil

Desde agosto, dez mulheres participam do curso “Elas Reformam”, realizado pela Secretaria de Desenvolvimento e Inclusão Social, através do FURBES e pelo SENAI de Balneário Camboriú. O intuito é dar opção através da construção civil, de inserir a mulher no mercado de trabalho, além de dar dicas para elas mesmas conseguirem fazer manutenção em casa.

Um dos professores do curso, Bruno Vicente, explica que por mais que seja uma profissão diferente para mulheres, elas têm cumprido o papel com excelência. “As mulheres são detalhistas e acabam sendo eficientes no acabamento. Elas saem daqui preparadas e com entendimento para o mercado de trabalho”, explicou o professor.

Elas aprendem desde assentar piso até colocar azulejo na parede e todos os processos da construção civil. Neiva Oliveira, aprendeu a valorizar o serviço de pedreiro, após iniciar o curso. “Agora nós valorizamos os preços cobrados pelas pessoas, quando vão fazer serviços lá em casa. Bom também que a gente pode avaliar se um serviço é bem-feito, né?”, disse ela.

O superintendente do FURBES, Allan Muller Schroeder, explica que o projeto foi montado em parceria com o Conselho Municipal de Habitação de Interesse Social e com o Conselho Municipal do Direito da Mulher. “Esse curso foi muito receptivo pelas pessoas que ajudaram a construir. Nesse primeiro momento tivemos mais inscrições do que vagas. Vimos nas selecionadas o olhar de levar esse conhecimento para suas residências”, disse ela.

Esse é o projeto-piloto do Elas Reformam. Das 15 mulheres inscritas, dez continuaram a frequentar as aulas. Uma comissão formada pelo SENAI e pelo FURBES está estudando duas novas turmas para o ano que vem.

Comente com Facebook