Surfista de Balneário Camboriú conquista o bronze no Mundial de Surf

O surfista de Balneário Camboriú, Elias “Figue” Diel, conquistou o bronze no Mundial de Surf Adaptado, em San Diego, na Califórnia. No último domingo (16), Figue chegou na final com outros três surfistas, na categoria AS-VI, para atletas com deficiência visual. Ele ainda conquistou o vice-campeonato pela Seleção Brasileira na categoria de equipes.

Na quinta-feira (13), Figue começou a sua trajetória no Mundial, com outros 12 participantes na disputa. Na primeira bateria disputada, ele ficou em primeiro lugar com média de 8,6.

Na sexta-feira (14), na segunda fase, ficou novamente em primeiro na sua bateria com média de 10,67. Figue teve a maior somatória de pontos nas duas baterias, classificando-se para a semifinal no sábado.

Nas semifinais, duas baterias com quatro atletas cada. Novamente, Elias Figue conquistou o primeiro lugar em sua bateria com média de 8,27.

Na grande final, no domingo (16), tinham apenas quatro atletas na disputa. Além de Figue, o francês Gwendal du Fretay, o australiano Matthew Formston e o espanhol Aitor Francesena Uria. Com média de 8,40, o brasileiro ficou com o bronze atrás do francês com média 9,47 e do grande campeão Matthew, com média de 11,30.

Figue viajou com apoio da Fundação Municipal de Esportes (FMEBC).

Trajetória no Mundial

O surfista disputou o Mundial pela terceira vez e conquistou duas pratas na sua categoria. Ele também integra a delegação da Seleção Brasileira que foi campeã por equipes em 2016 e 2017 e vice-campeã nesse ano atrás dos Estados Unidos da América.

O maior objetivo do Mundial, que está na sua quarta edição, é a inclusão da modalidade em futuras edições das Paraolímpiadas, com foco na edição de 2028, em Los Angeles.

Comente com Facebook