Penha receberá escala-teste para integrar rota de transatlânticos

A praia de Armação do Itapocorói, em Penha, sediará a escala-teste que poderá integrar a cidade de Penha à escala oficial de transatlânticos em Santa Catarina. A notícia foi confirmada nesta sexta-feira, dia 22 de março, pelo prefeito Aquiles da Costa, que informou ainda que as companhias MSC e Costa Cruzeiro oficializaram interesse de operar em Penha, o que a consolidará ainda mais como um dos principais polos receptores de turismo no Estado.

De acordo com o prefeito Aquiles da Costa, essa confirmação é resultado de esforços que ele vem somando desde 2017, quando assumiu a administração local, e iniciou conversações com Marcos Ferraz, representante da MSC, destacando o potencial de Penha, em especial da região do trapiche de Armação, proposta como ponto de desembarque dos cruzeiros marítimos.

Na quinta-feira, dia 21, integrantes das empresas interessadas e da Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Clia/Abremar) foram recebidos na Capitania dos Portos, em Itajaí. A Santur, órgão de turismo de Santa catarina, juntamente com o secretário de Planejamento de Penha, Fredolino Alfredo Bento, o Lino, também participaram dessa rodada de negociações.

A intenção de Aquiles é estruturar o trapiche para possibilitar o desembarque. “Vamos remodelar todo o trapiche, e já orientei a Prefeitura para acelerar o projeto que revitalizará esse espaço”, observa Aquiles. “Reforço da estrutura, reforma completa, instalação de cobertura e barra de ferro central, serão necessárias para que o turista desembarque com segurança, e sobretudo, em meio às nossas belezas naturais”, destaca o prefeito.

Itens como ponto de fundeio das embarcações serão apontados pela Marinha, e segundo o prefeito, o transporte de passageiros poderá ser feito do transatlântico até terra firme em seis minutos. A intenção é que esses visitantes aportem a dois quilômetros do Parque Beto Carrero World, por exemplo, e visitem ainda a estrutura do trade local, com 19 praias, cinco mil leitos na rede hoteleira, gastronomia qualificada e atrativos como o futuro Parque da Ponta da Vigia.

Aquiles ainda articula com a Secretaria de Patrimônio da União para tratar do uso da área, e antecipa que o trapiche receberia os chamados tênderes, pequenos barcos destinados a efetuar o traslado dos transatlânticos. O prefeito quer impulsionar o credenciamento das empresas já visando a alta temporada dos transatlânticos, que vai de dezembro deste ano até o carnaval.

Comente com Facebook