Festival de Itajaí traz grandes nomes do teatro nacional

6º Festival Brasileiro de Teatro Toni Cunha vai trazer para Itajaí grandes nomes do teatro nacional entre 1º e 12 de maio. Renata Sorrah, Grace Passô e Fábio Osório Monteiro são alguns dos artistas que estarão na cidade apresentando obras importantes no cenário nacional. A programação do evento ainda conta com peças premiadas e diretores de renome. A expectativa da organização é que cerca de 6 mil pessoas assistam aos espetáculos.

Atriz, diretora e dramaturga, a mineira Grace Passô é um dos destaques do Festival de Teatro de Itajaí. Com 22 anos de carreira e peças traduzidas em seis idiomas, ela já venceu as principais premiações das artes cênicas do país, como Prêmio Shell, Prêmio APCA – Associação Paulista de Críticos de Arte, Cesgranrio, entre outros. Desde 2016, tem atuado no cinema e no ano passado recebeu o troféu de melhor atriz do Festival de Turim pelo filme Temporada.

Em Itajaí, Grace participa de dois espetáculos: “Preto” e “Vaga Carne”. O primeiro deles é da Companhia Brasileira de Teatro (PR), no qual atua ao lado de Renata Sorrah e grandes nomes, abrindo festival de Itajaí, dia 1º de maio, às 20h, no Municipal. A peça tem direção de Márcio Abreu, que assina também o espetáculo de encerramento, “Nós”, do Grupo Galpão (MG).

O espetáculo “Preto” parte da fala pública de uma mulher negra, como uma espécie de conferência sobre questões que incluem racismo, realidade do negro no Brasil, afeto e diálogo, a maneira como lidamos com as diferenças e como cada um se vê numa sociedade marcada pela desigualdade.

Grande nomes e peças premiadas

A segunda atuação da atriz no evento é o solo “Vaga Carne”, que também tem o texto assinado por Grace. O espetáculo, que será apresentado no Teatro Municipal, dia 3 de maio, às 20h, conquistou o Prêmio Shell de dramaturgia, o Prêmio Questão de Crítica de melhor espetáculo e o Prêmio Cesgranrio de melhor texto.

A peça é um campo de jogo entre palavra e movimento, onde um corpo de mulher vive a urgência de discurso, à procura de suas identidades e de pertencimento. Em sua narrativa, uma voz errante resolve, pela primeira vez, invadir um corpo de mulher e, a partir dessa experiência, narra o que sente enquanto sujeito.

Além da premiada atriz, Fábio Osório Monteiro é outra figura interessante do festival itajaiense. Ele costuma dizer que é “baiano, baiana de acarajé e tem se virado como ator, dançarino e produtor cultural”. Na cidade, o ator apresenta a peça “Bola de Fogo” no dia 4 de maio, às 20h, na Casa da Cultura Dide Brandão.

A obra busca relacionar o fato de Osório ser um artista atuante na cena contemporânea, tendo trabalhado com importantes artistas brasileiros e internacionais, e sua necessidade de subsistência diante da instabilidade dos tempos atuais.

Outro espetáculo de destaque na programação é “A invenção do Nordeste”, do Grupo Carmim (RN), que ganhou recentemente o Prêmio Shell RJ na categoria Melhor Dramaturgia. A apresentação ocorre dia 10 de maio, às 20h, no Municipal. A obra conta a história de um diretor que recebe a missão de selecionar e preparar dois atores nordestinos que possam interpretar com maestria um personagem nordestino. Durante a peça, eles refletem sobre sua identidade, cultura, história pessoal e descobrem que ser e viver um personagem nordestino não é tarefa simples.

> Confira a programação completa do Festival de Teatro de Itajaí

Destaques locais

Além de peças nacionais e regionais, o Festival Brasileiro de Teatro Toni Cunha conta ainda com a participação de três espetáculos de Itajaí recém selecionados para o EmCena Catarina, maior circuito estadual de teatro do Sesc-SC: Índice 22, CaÊ e Meu Pai é um Homem Pássaro.

Os dois primeiros serão apresentados na Itajaí Criativa – Residência artística nos dias 5, às 20h, e 9 de maio, às 15h, respectivamente. Já a peça Meu Pai é um Homem Pássaro poderá ser assistida na Casa da Cultura Dide Brandão, dia 6 de maio, às 15h. Os três espetáculos têm entrada gratuita.

Ingressos

O festival de teatro busca democratizar a arte e oferecerá 10 espetáculos gratuitos ao público na Casa da Cultura Dide Brandão, na Itajaí Criativa – Residência Artística e na rua. Apenas os espetáculos apresentados no Teatro Municipal terão custo de R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Já as peças de abertura e encerramento do evento custarão R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia). Os ingressos já estão à venda pelo site Ingresso Nacional.

Comente com Facebook

Maria Varella Passos
Maria Varella, tem 25 anos de atuação na área de comunicação atuando em projetos de jornais, revistas e portais online em diversas regiões do pais.É a fundadora e proprietária do SC Hoje e atua como Editora Executiva do Portal. Email: [email protected] | Fone/WhatsApp:47 3311.2817