Deputado Ivan Naatz defende mais apoio e menos burocracia ao turismo rural

Em roteiro pela serra catarinense neste fim de semana, o deputado e presidente da Comissão de Turismo e Meio Ambiente da Assembléia Legislativa, Ivan Naatz (PV) participou da XXI Festa Nacional da Maçã, em São Joaquim, e da Reunião da Câmara de Turismo da Fecomércio SC, na Pousada Rural Sesc, em Lages, quando esteve em debate a diversidade , os desafios e a realidade das regiões turísticas de SC.

O parlamentar destacou que apesar do rico e diversificado potencial turístico da serra catarinense ainda existem alguns entraves burocráticos que inibem um maior desenvolvimento do setor, como é o caso da necessidade de municipalização das normas da vigilância sanitária para facilitar a produção e consumo interno nas hospedagens dos hotéis e pousadas rurais.  Naatz destaca que as normas gerais são inadequadas na medida em que não têm um tratamento diferenciado para as distintas escalas de produção. Observa ainda à necessidade de ampliar o debate em torno de linhas de crédito e programas de apoio a expansão do setor de hospedagem rural que decresceu em Lages, nos últimos anos de 14 para 6 hotéis.

Autonomia
Ao lado da presidente da Santur, Flávia Didomênico, na mesa de debates, defendeu que na reforma administrativa do governo do estado que tramita na Assembléia, que o órgão de turismo, a ser transformada em agência, fique ligado diretamente ao gabinete do governador e não como “apêndice” da Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável e Turismo. “O crescimento do turismo e sua fatia da ordem de 14% do PIB catarinense mostra que o setor precisa de autonomia para avançar ainda mais, também no setor governamental e político. Já apresentamos emenda ao projeto neste sentido ”, observou, colocando a Comissão de Turismo e Meio Ambiente da Alesc à disposição do trade turístico estadual como mais uma ferramenta para ajudar a ampliar o debate público e “destravar as amarras burocráticas do setor”.

Comente com Facebook