Para Ivan Naatz corte nas verbas das universidades federais prejudica Santa Catarina

Ao criticar no plenário da Alesc, nesta terça-feira (7), o bloqueio de verbas para universidades federais anunciado pelo governo na semana passada, o deputado Ivan Naatz (PV) afirmou que as perdas de recursos em Santa Catarina passam dos R$ 73 milhões, no caso da UFSC e dos 22 campus da rede do Instituto Federal Catarinense – IFC, colocando em risco o ano letivo e a qualificação profissional de mais de 50 mil estudantes.

Naatz disse que o ensino superior público deve ser debatido, mas não da forma com que o governo vem fazendo ao generalizar o problema das universidades federais, buscar critérios ideológicos, além de alegar desordem e balbúrdia para justificar cortes, estabelecendo o confronto com o setor educacional ao invés de buscar a solução.

“Na verdade, estes gestores aloprados comandados pelo atual ministro da Educação, Abraham Weintraub e sua cruzada contra as universidades mostram que a real balbúrdia esta acontecendo mesmo é pelo lado do governo”, afirmou.

Ivan Naatz disse ainda que  “o antigo problema da falta de prioridade à educação não pode ser resolvida no grito, no achismo, na busca do confronto e da discórdia . A educação tanto básica quanto universitária  precisa de seriedade, de prioridade de fato e de direito e sem que se restrinja os direitos da livre expressão e contestação, princípios constitucionais assegurados à toda sociedade.”

Aviação em debate na Comissão de Turismo
Da forma como está colocado, o projeto do governo estadual que chegou a Assembleia Legislativa e que concede benefícios fiscais com redução da base de calculo do ICMS na compra de querosene de aviação – de 17 para 12% e podendo chegar até 7% – para as companhias aéreas que atenderem aeroportos de quatro a seis cidades, respectivamente, pode ser ineficaz e ainda fazer com que os cofres públicos deixem de arrecadar cerca de R$ 25 milhões ao ano.

O alerta esta sendo feito pelo deputado e presidente da Comissão de Turismo e Meio Ambiente da Alesc Ivan Naatz (PV), que apresentou emenda substitutiva ao projeto e que será tema de debate na reunião ordinária da Comissão, nesta quarta-feira (8), com a presença do presidente da Federação das Indústrias do Estado de SC (Fiesc), Mario Cezar de Aguiar, além dos representantes da direção do Floripa Airport, Simon Locher e Guilherme Brito.

Comente com Facebook