Semana da Pessoa com Deficiência visa conscientizar comunidade escolar de Balneário Camboriú

Em alusão à Semana Nacional da Pessoa com Deficiência, a Secretaria de Educação de Balneário Camboriú preparou atividades com alunos, corpo docente e comunidade em geral. Palestras educativas e rodas de conversas sobre a inclusão de alunos com deficiência intelectual na Rede, iniciam na noite desta segunda-feira (19) e seguem até quinta-feira (22). As palestras e rodas de conversas serão às 19h, no Centro Escolar Municipal Vereador Santa, na Rua 2450, nº 420, Centro.

Todos os anos, nessa mesma época, Balneário Camboriú dedica uma semana inteira de trabalho à conscientização, é a Semana de Sensibilização da Pessoa com Deficiência mas, segundo a coordenadora do Departamento de Educação Especial, Kelly Mello Trentin, a Secretaria de Educação trabalha a Inclusão, o ano todo. “Trabalhar com Educação Especial é uma tarefa difícil, por conta das limitações e até do preconceito que, infelizmente, existe. Hoje temos 400 alunos com alguma deficiência na Rede, e para trabalhar a inclusão deles, temos professores especialistas dentro das escolas o ano todo, que são os professores de atendimento especializado”, pontua a coordenadora.

O ciclo de palestras inicia nesta segunda-feira, com uma roda de conversa, intermediada pela diretora da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE, a pedagoga Sandra Mara Luchtenberg, que tem como pauta a criança com deficiência intelectual e suas necessidades, focando a importância da inclusão e do apoio familiar; mostrando que só o professor especializado da escola não é suficiente para que a inclusão aconteça, que é necessário o envolvimento de toda a comunidade escolar.

Na terça-feira (20) a palestra Mitos e Verdades sobre o Autismo, ministrada pela médica neuropediatra, doutora Cristina Maria Pozzi, traz o assunto de forma mais técnica, voltado para a saúde. Na quarta-feira (21) a especialista em Educação Especial, fundadora da AMA Litoral – Associação de Pais e Amigos do Autista, Cátia Cristina Purnhagem, traz, em uma roda de conversa, reflexões sobre o autismo. E para encerrar o ciclo, o assunto debatido em uma palestra pela neuropsicóloga, Sandra Hoffmann, é a contribuição da família no desenvolvimento de habilidades socioemocionais dos filhos.

Paralelamente ao ciclo de palestra, acontecem nos Centro Educacionais e Núcleos Infantis da cidade atividades alusivas à Semana. “Nas escolas e Núcleos Infantis teremos jogos educativos; corrida de três pernas; atividades com mímicas; cabra-cega; corredor sensorial; pintura com a boca e pés; todas atividades que despertem na criança e adolescente a importância dos sentidos. Palestras também serão feitas, conscientizando sobre a inclusão”, finaliza Kelly.

Comente com Facebook