Desafio: Esforço conjunto pretende entregar o Centro de Eventos até dezembro

Durante a visita as obras os representantes das três esferas de governo, firmaram compromisso para que o complexo seja inaugurado em dezembro desse ano.

O ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, visitou na manhã deste sábado as obras do Centro de Convenções de Balneário Camboriú (SC), na companhia do ministro da Secretaria Geral da Presidência, Carlos Marun.

Na última quarta-feira, o Ministério do Turismo assinou a liberação para pagamento dos R$ 4,8 milhões que concluiu o repasse global de R$ 55 milhões da Pasta para a obra.

Além da construção, o Ministério do Turismo também liberou R$ 16,4 milhões para a compra de equipamentos que permitirão que o Centro de Convenções seja entregue em dezembro já em condições de uso.

O prefeito de Balneário Camboriú, Fabricio Oliveira, acompanhou  a visitia dos ministros e do secretário estadual de Turismo, Valdir Walendowsky, que realizaram inspeção técnica na obra do Centro de Eventos.

Durante a visita os representantes das três esferas de governo, firmaram compromisso para que o complexo seja inaugurado em dezembro desse ano.

“No que depender de Balneário Camboriú não mediremos esforços para que o Centro de Eventos seja concluído, assim como as obras do entorno, que são tão importante para o seu pleno funcionamento. Já temos eventos confirmados para serem realizados aqui, como o Congresso Brasileiro de Contabilidade, que espera mobilizar mais de 20 mil pessoas. Muitas pessoas nos procuram para que a cidade seja sede dos mais diversos tipos de eventos, por isso temos pressa na conclusão dessa obra, assim poderemos confirmar essas agendas. Essa obra será um marco divisor para nossa cidade”, declarou o prefeito.

Fabricio Oliveira esteve em Brasília no final do mês passado e se reuniu com o ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, para sensibilizar o governo Federal sobre os eventos nacionais e internacionais que estão procurando a cidade e a necessidade da finalização da obra num curto período de tempo.

“Fizemos um repasse, na última quarta-feira, de R$ 16,4 milhões para a compra de equipamentos que darão funcionalidade ao Centro de Eventos, portanto, esperamos inaugurar o complexo este ano. O Centro de Eventos de Balneário Camboriú é o símbolo do desenvolvimento que nós queremos para Santa Catarina. O turismo no ano passado gerou um de cada cinco empregos. E para isso continuar e aumentar, é preciso investimento para proporcionar desenvolvimento para as cidade”, declarou o Ministro de Turismo, Vinícius Lumertz.

O mesmo compromisso fez o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marum. “Agora temos que contar com o apoio de todos os entes federativos para que esse desafio seja vencido, pois sabemos que vai mexer muito com a economia da cidade e Estado”, ressaltou Marun.

O deputado estadual Leonel Pavan, que acompanhou a visita, destacou o esforço conjunto do governo federal, estadual e municipal na liberação de recursos e agilização das obras do Centro de Eventos de Balneário Camboriú, principalmente aos ministros da Secretaria de Governo, Carlos Marun e do Turismo, Vinicius Lummertz Silva, o deputado também chamou a atenção para dois aspectos que considera urgentes para a viabilização do empreendimento.

Primeiro com relação ao estudo de viabilidade econômica para gestão do Centro de Eventos, cujo processo de licitação foi iniciado quando quando ainda ocupava o cargo de secretario de Turismo de Esporte e Cultura do Estado.

Oparlametar  destacou que é preciso viabilizar rapidamente a concorrência do processo de concessão, para que a gestão do empreendimento seja entregue à iniciativa privada, sistema que considera, junto com o trade turístico, a alternativa mais viável, para a profissionalização do sistema e captação de eventos.

O outro ponto que assinalou e pediu apoio dos representantes do governo federal é com relação ao trânsito na BR-101 e a conclusão das pontes das vias marginais afim de facilitar o acesso ao Centro de Eventos.

As obras servirão para desafogar o fluxo intenso de veículos que poderiam congestionar o trãnsito em dias de eventos, mas a liberação esta atrasada, apesar dos insistentes pedidos para que a concessionária da rodovia possa iniciar as obras.

 

 

 

 

Comente com Facebook