Itajaí reivindica investimentos junto ao novo governo de Santa Catarina

Reuniões priorizaram investimentos de infraestrutura e liberação de licenças ambientais para indústria pesqueira

A reabertura de uma das fábricas da Gomes da Costa (GDC), a unificação do parque fabril da maior empregadora de Itajaí e os investimentos em transporte e infraestrutura na cidade foram os temas principais da reunião entre representantes da administração municipal, do novo Governo de Santa Catarina e executivos da GDC. Na tarde desta terça-feira (15), o prefeito Volnei Morastoni se encontrou com o governador Carlos Moisés e seus secretários para garantir a cooperação do estado no desenvolvimento da cidade.

Volnei apresentou ao governador a importância da GDC para Itajaí e o projeto de unificação para construir o maior complexo pesqueiro do mundo, cujos investimentos podem chegar a um bilhão de reais. Hoje, a empresa é a maior empregadora do município com dois mil funcionários e fábricas espalhadas pela cidade.

“Viemos aqui para garantir que os investimentos sigam aportando em Itajaí. Seja do poder público, através do governo do estado, ou da iniciativa privada. O que queremos é que Itajaí continue a crescer e se desenvolver”, destaca o prefeito Morastoni.

O prefeito também manifestou a preocupação ambiental com os odores emitidos na fábrica de processamento de resíduos na localidade do Arraial dos Cunha, fechada há 30 dias. Morastoni solicitou a agilidade nos pareceres técnicos que analisem a situação da empresa para retomar as atividades, dentro do que estabelece a lei.

“Estamos cumprindo com todas as determinações jurídicas e técnicas, com tudo o que exige a lei. Temos um departamento especializado nesta questão ambiental e queremos solucionar logo essa questão, em harmonia com a comunidade”, argumenta o CEO do Grupo Calvo Internacional, Manoel Calvo.

A GDC produz hoje mais de 1,5 milhão de latas de sardinha e atum por dia em Itajaí. A empresa destaca que o processamento de resíduos como farinha de peixe e ômega 3, que eram realizados na fábrica do Arraial dos Cunha, auxiliavam até o meio ambiente, pois esses resíduos deixavam de ir para o aterro sanitário.

Diante das solicitações apresentadas, o governador Carlos Moisés falou da importância de se investir em Santa Catarina e destacou que uma das bandeiras do governo é facilitar a vida do empreendedor, para que possa investir com segurança e legalidade. “O Estado não pode ser omisso. Temos que analisar as questões, obedecendo aos prazos estabelecidos e não pecaremos por omissão”, destacou o governador.

Além do prefeito Volnei Morastoni, o Município de Itajaí foi representado pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Renda, Giovani Testoni. Acompanhou o governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Lucas Esmeraldino. A empresa Gomes da Costa foi representada pelo CEO da GDC no Brasil, Enrique Orge, e pelo CEO do Grupo Calvo Internacional, Manuel Calvo.

Reivindicações entregues ao governador

O prefeito Volnei Morastoni também apresentou outros investimentos necessários para garantir o desenvolvimento de Itajaí. Entregou nas mãos do governador Moisés um documento com as reivindicações para diversas áreas e solicitou novas reuniões para aprofundar as demandas.

No documento constam pedidos como: garantia dos recursos financeiros do aditivo ao contrato das obras da bacia de evolução na Foz do Rio Itajaí-Açu; duplicação das rodovia Antônio Heil e Jorge Lacerda; o trevo da BR-101 no acessos à Brusque; instalação de passarela na rodovia Antônio Heil para travessia da comunidade escolar; investimentos para a Escola Estadual Raul Bayer Laus; conclusão do Centro de Inovação de Itajaí e acesso pela rodovia Antônio Heil.

Também foi solicitado o convênio entre Prefeitura Municipal de Itajaí, Celesc e Governo do Estado de Santa Catarina para substituição da rede aérea por rede subterrânea de eletricidade em diversas ruas da cidade que estarão em obras; os recursos para a próxima Volvo Ocean Race; apoio na conclusão da Via Expressa Portuária; e conclusão das obras, mobília e equipamentos do Complexo Madre Tereza do Hospital e Maternidade Marieta Konder Bornhausen de Itajaí.

Desenvolvimento Econômico

A comitiva do Município de Itajaí esteve também na Secretaria de Desenvolvimento Econômico. Os assuntos relacionados aos investimentos de mais de um bilhão que a GDC pode realizar em Itajaí estiveram na pauta do prefeito Volnei Morastoni e do secretário Lucas Esmeraldino.

Na reunião, o prefeito lembrou o protocolo de intenções assinado em conjunto com o governo do estado para auxiliar na infraestrutura de acesso ao local de construção do complexo pesqueiro próximo à rodovia Antonio Heil.

O secretário Lucas também se comprometeu em analisar a situação dos odores de uma das fábricas da GDC o mais rápido possível. A intenção é agilizar o processo de reabertura, sem descumprir a lei e as determinações judiciais.

Comente com Facebook