Justiça obriga rizicultores a abrir barreiras e desvios no Rio Camboriú

A Justiça decidiu em liminar neste sábado (29), que os rizicultores estão proibidos de fazerem desvios ou barreiras no Rio Camboriú mediante a multa diária de 10 mil reais caso não seja cumprida e de 100 mil reais se realizarem novas barreiras que tirem a água do seu círculo normal.

A medida se deu após descumprimento, da parte de alguns rizicultores, de acordo firmado com a Emasa, Águas de Camboriú e o Comitê do Rio Camboriú. Inclusive foi feito decreto de atenção pelos prefeitos de Balneário Camboriú e Camboriú, devido ao devido ao nível do Rio.
As barreiras e os desvios foram descobertos após fiscalização realizada pela Emasa, Guarda Municipal (com uso de drone) e órgãos de Camboriú.

Comente com Facebook